Datável de finais do século XV-inícios do XVI, a denominada Fonte Manuelina encontra-se, desde há muito, desativada. Hoje, a sua estrutura arquitetónica subsiste parcialmente soterrada e embutida em parede de edifício contíguo, deixando antever uma tipologia similar à da Fonte Velha, na Cabrela.

O seu prospeto é regular, acedendo-se ao mergulho através de abertura canopial, em cantaria chanfrada.

Ir para o topo