A programação para as comemorações dos 25 anos da elevação de Sintra a Património Mundial e o Plano de Gestão da Paisagem Cultural estiveram em debate na IV reunião conjunta do Conselho de Cultura de Sintra e Conselho de Opinião da Paisagem Cultural de Sintra, que se realizou esta terça-feira, no MU.SA – Museu das Artes de Sintra.

Com 13 áreas temáticas, a programação cultural para 2020, ano em que se assinala os 25 anos da elevação de Sintra a Património Mundial, pretende manter a qualidade e a diversidade da programação.

Com uma programação abrangente, o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta mencionou que “vamos a todas as freguesias do concelho de forma que todos possam participar nas comemorações dos 25 anos da elevação de Sintra a Património Mundial, trata-se de continuar a estratégia de levar a cultura a todos, servir culturalmente as pessoas.”

Música, teatro, dança, exposições, cinema, recriações históricas, festas e feiras, conferências e debates, comemorações e efemérides, são algumas das propostas da autarquia, em conjunto com a Parques de Sintra- Monte da Lua, que irão marcar o ano de 2020.

Foi também debatido a elaboração do Plano de Gestão da Paisagem Cultural, em que foi solicitada a participação dos membros do Conselho de Opinião da Paisagem Cultural de Sintra e do Conselho de Cultura de sobre questões essenciais da classificação Património Mundial.

Que medidas de planeamento e conservação deverão ser adotadas a 5 e a 20 anos, que ameaças poderão constituir um risco na gestão da Paisagem Cultural, como conciliar a preservação do património e tradições com as necessidades da vida atual, que medidas de gestão do território deverão ser equacionadas em face das novas realidades do turismo e mobilidade, entre outras questões, são a base para a elaboração do Plano de Gestão da Paisagem Cultural.

No âmbito do encerramento do Festival de Sintra, esta terça-feira, Basílio Horta referiu o orgulho que foi para Sintra receber a 54.ª edição deste emblemático festival, “com grandes concertos, grandes músicos de qualidade e com uma grande participação, este festival vai continuar a seguir este caminho, de levar a música às ruas, de chegar às pessoas, dar-lhes boa música e bons concertos.”

O Conselho Municipal de Cultura tem como missão promover o diálogo e a cooperação entre a autarquia, os agentes culturais do concelho e personalidades de reconhecido mérito cultural, contribuindo, assim, para o desenvolvimento das atividades culturais do município de Sintra. 

É ainda missão do Conselho articular as iniciativas culturais do município com outras iniciativas da mesma natureza, provindas dos agentes concelhios ou de terceiros. 

Finalmente, competirá ainda ao Conselho desenvolver um olhar crítico sobre as estratégias e iniciativas culturais do município, sugerindo alterações que as enriqueçam.

Já o Conselho de Opinião da Paisagem Cultural de Sintra - Património Mundial foi criado por deliberação da Câmara Municipal de Sintra, em concertação com a Parques de Sintra Monte da Lua, SA, sendo um órgão consultivo que assegura a participação científica e cívica da comunidade local no desenvolvimento de uma paisagem cultural sustentável e participada.

A atividade do Conselho de Opinião tem natureza exclusivamente consultiva e incide sobre a área de Paisagem Cultural de Sintra, veiculando a discussão, compreensão e partilha de informação sobre temas referente à Paisagem Cultural de Sintra.

Ir para o topo